Show Capital Inicial – Paulínia

A banda brasiliense Capital Inicial se apresentou no dia 7 de Junho no Premium Paulínia. O show realizado  faz parte da turnê do último álbum, “Saturno”, lançado no final de 2012. No repertório estão canções como “Saquear Brasília”, “Água e Vinho” e “O Lado Escuro da Lua. Abanda ao vivo é empolgante e o repertório desta turnê tem em média de 22 canções, mas sempre podem aparecer surpresas. O show foi incrível e fiquei super fã da banda gente. Quem gosta de Capital me conta… por que eu amei. Aproveitei para clicar o pessoal que passou por lá… Vem ver: DSC04036 DSC04037 DSC04038 DSC04039 DSC04043 DSC04048 DSC04049 DSC04051 DSC04052 DSC04053 DSC04054 DSC04059 DSC04060 Show do Capital Inicial DSC04074 DSC04075 DSC04077 DSC04078

 

Adorei o show e aproveitamos muito. O local é excelente.

DSC04034

Capital Inicial se apresenta amanhã(sábado) no Premium Paulínia

A banda brasiliense Capital Inicial se apresenta amanhã (7 de junho), a partir das 22h, no Premium Paulínia. O show faz parte da turnê do último álbum, “Saturno”, lançado no final de 2012. No repertório estarão canções como “Saquear Brasília”, “Água e Vinho” e “O Lado Escuro da Lua”. Os maiores hits dos mais de 30 anos de carreira também devem ser relembrados, como “Natasha”, “Não Olhe para Trás” e “A sua Maneira”. Abanda ao vivo é empolgante e o repertório desta turnê tem em média de 22 canções, mas sempre podem aparecer surpresas. Os ingressos já estão à venda pelo Ingresso Rápido (4003-1212 –  www.ingressorapido.com.br ) ou em pontos fixos nas cidades de Paulínia e Americana.

capital_inicial_paulinia

O Show Saturno é o disco mais visceral da carreira do Capital Inicial. É o trabalho que remete ao que motivou os integrantes desde o começo a serem uma banda. “O que norteia nossa trajetória é buscar o entusiasmo que senti ao ver pela primeira vez o Aborto Elétrico, encontrar aquilo que nos fez gostar de rock, que nos fez ser fãs de bandas de rock”, explica Dinho Ouro Preto, vocalista do Capital Inicial, referindo-se à banda roqueira de Brasília da qual os irmãos Fê (bateria) e Flavio Lemos (baixo) fizeram parte.

Isso significa que você encontra em Saturno um disco de guitarra, baixo e bateria. Um disco composto na guitarra, onde a maioria das músicas nasce de riffs. Um disco orgânico, roqueiro,  11 músicas que seguem direto ao ponto, sem enrolação. “Pela primeira vez foi traçado um caminho de onde queríamos chegar antes de começar a trabalhar no álbum”, diz o vocalista.

Para tanto, Dinho e seu comparsa Alvin L. se debruçaram sobre o texto e composições “como nunca” (aspas do vocalista). A dupla responde por nove das 11 músicas, sendo uma delas com a participação do tecladista Robledo Silva. As outras duas são de autoria de Dinho com Pit Passarell, irmão do guitarrista Yves Passarell.

capital_inicial

Nos títulos e letras estão explícitas as influências literárias e cinematográficas do trabalho. “O Bem, o Mal e o Indiferente” remete direto a “O Bom, o Mau e o Feio”, western de Sergio Leone, e a letra faz referência ao livro “Cem Anos de Solidão”, de Gabriel Garcia Marquez. “Apocalipse Agora” é filha indireta da obra-prima de Francis Ford Coppola e “Sol Entre as Nuvens” é um ode às maravilhas de Alice de Lewis Caroll: “Várias portas num quarto pequeno /Tenho que escolher qual delas vou abrir/Várias entradas, só uma saída/Acabei de chegar e já estou de partida/Vamos fugir pra algum lugar longe daqui”. Todas embaladas valem o reforço, em guitarra, baixo e bateria em estado bruto.

“O Bem, o Mal e o Indiferente” é um rock vigoroso, contemporâneo, com afagos de piano, enquanto “Água e Vinho” é mais cadenciado. No terreno de baladas Capital Inicial style, “O Lado Escuro da Lua” abre a missão e é o primeiro single do disco, “Sol Entre as Nuvens” segue a linha com maior potência e fecha o disco, e no miolo está a power ballad “Saturno”, que batiza o CD. “Saquear Brasília” escancara a verve política da banda num punk rock 1-2-3-4, e é emendada por “Apocalipse Agora”, que não faz menor pancadaria.

“O Cristo Redentor” é a síntese do que Dinho falou, de um álbum composto na guitarra, com riffs no DNA. “Noites em Branco” e “Poucas Horas” são dessas também – rockões de guitarra distorcida, coro no refrão e jeitão de single. Já, com mais quebras e condução melódica vocal, “A Valsa do Inferno”. Some as 11 e terá um Capital diferente, mas com a tradicional assinatura de estilo de três décadas.

Perguntado sobre o que o motiva a cada novo trabalho e por que de o grupo ter essa tradição de reinvenções, a resposta de Dinho é certeira: “O que mais vejo são grupos de rock se afastando do gênero ou vivendo do passado. Isso não pode acontecer com a gente. Se não for para buscar uma reinvenção, não teria saco nem pra sair de casa e perderia o sentido”. “Saturno” assina embaixo.

Serviço:

O que: Show Saturno – Capital Inicial

Quando: 7 de junho, às 22h00
Onde: Premium Paulínia – Avenida Prefeito José Lozano Araújo, 4.545, Pq Brasil 500
Quanto: Pista R$80,00 (inteira), área vip R$ 100,00, camarote Open Bar R$160,00.

Vendas: Ingresso Rápido– 4003-1212 ( ingressorapido.com.br )

Colégio Paulo Freire: Av. Alexandre Martins Laroca, 51 – Sta Terezinha, (19) 3844-5668 (Paulínia)

Pesqueiro Cabreúva: Rod. Dr.Roberto Moreira, km 01 – Jd. Boa Esperança – (19) 3874-3970 (Paulinia)

Dell Anno– Av José Paulino, 4507 – Parque Figueira, (19) 3874-1727 (Paulínia)

Clip AcademiaAv. dos Expedicionários, 1175. Jd. Vista Alegre (19) 3844-7799 (Paulínia) ou Rua Luis de Camões, 80. Vlila Amorim-(19) 3407-0470 (Americana)

Boutique Irene Moreira– Av Pio XII, 164 – Nova Paulínia,  (19) 3844-5016 (Paulínia)

Classificação etária: 16 anos

Informações: (19) 3844-5668

Promoção: PA Produções e Eventos